A empresa Okada Seisakusho de Toyonaka (Osaka) levou oito anos para desenvolver um robô para vaso sanitário que limpa com papel higiênico.

O “robot-benza” foi desenvolvido para idosos ou pessoas que precisam de assistência para ir ao banheiro.

Nos hospitais onde foi testado, o robô teve boa aceitação. O único desafio é tornar o produto comerciável, em termos financeiros.

A empresa que desenvolve o “robot-benza” é especializada em produzir peças para montadoras de carros. Os 28 funcionários se dedicam agora à nova invenção, inspirada na história do presidente da empresa, Shoji Okada, de 72 anos.

O pai de Okada morreu em 1994, vítima do Mal de Parkinson. Enquanto cuidava dele, Okada pensava se não era possível inventar um sistema para ajudar pacientes com dificuldades de irem ao banheiro sozinhos. Foi assim que o projeto nasceu em 2006.

Testado em janeiro de 2013 entre pacientes com problemas na coluna do Hospital Kanei de Kyoto, a aceitação foi boa. O braço do robô tem 30 centímetros e pode ser usado no vaso sanitário já instalado na casa.

A novidade também foi bem recebida em hospitais onde são tratados pacientes com paralisia nas mãos ou em casos de surtos de norovírus, para diminuir os riscos de transmissão.

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest