Para manter o título de “lugar mais seguro do mundo”, a capital do Japão destaca 10 mil policiais para zelar pela Maratona de Tokyo, dia 22.

Cães policiais serão utilizados para reforçar a segurança. Foto: Mainichi

Cães policiais serão utilizados para reforçar a segurança. Foto: Mainichi

Depois do caso dos japoneses degolados pelo grupo Estado Islâmico e a possibilidade de atentados terroristas, a Polícia Metropolitana de Tokyo decidiu reforçar a segurança na Maratona de Tokyo, como nunca fez.

Segurança conta com 10 mil policiais. Foto: Mainichi

Segurança conta com 10 mil policiais. Foto: Mainichi

Essa é uma prova que o Japão tem de enfrentar para manter a posição de “capital mais segura do mundo” em preparo para as Olimpíadas de Tokyo de 2020.

O nível de segurança durante a Maratona, no domingo dia 22, será o mesmo dos aeroportos. Os 36 mil corredores estão proibidos de levar embalagens com bebida. Para isso, foram aumentados os pontos para que os participantes possam tomar água. No caso das geleias energéticas, só serão aceitas as que estiverem lacradas, até 220 ml.

Serão instalados 50 detectores de metal, 21 câmeras em tempo real e 10.500 policiais que acompanharão o evento ao longo dos 42,19 quilômetros.

Outra novidade será a participação de um grupo de 64 “policiais corredores” que se revezarão na corrida, portando microcâmeras para detectar possíveis suspeitos.

Esquadrão antibomba estará em alerta no dia. Foto: Mainichi

Esquadrão antibomba estará em alerta no dia. Foto: Mainichi

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest