Desde que uma NPO foi incluída na lista de beneficiários do “Furusato Nouzei” as doações aumentaram em 80 vezes, totalizando ¥ 82 milhões (R$ 1,94 milhão).

 

Cerca de 180 cães estão abrigados na sede da PWJ em Hiroshima. Foto: Sankei

Cerca de 180 cães estão abrigados na sede da PWJ em Hiroshima. Foto: Sankei

Há dois anos, a NPO Peace Winds Japan (PWJ), mantém o índice de mortalidade de cães abandonados em zero na cidade de Jinseki-Kogen (Hiroshima). Agora com o aumento das doações pretende ampliar a campanha para toda a província.

 

Cerca de 20 funcionários e voluntários cuidam dos animais abandonados, levam para as consultas veterinárias, treinam e buscam novas famílias para adoção. A sede da NPO, de 6 mil metros quadrados, abriga atualmente de 180 cães.

 

Em agosto do ano passado, um dos cães que foi salvo pela NPO e adotado pelos Bombeiros, ganhou destaque nacional ao encontrar uma das vítimas do desmoronamento de terra em Hiroshima.

 

O objetivo da NPO é evitar que os 1.682 cães abandonados em toda a província sejam sacrificados. Para isso, deve aumentar as despesas com equipe de funcionários, transporte, alimentação e cuidados veterinários. Uma das saídas encontradas para arcar com os custos foi a integração à lista do imposto “Furusato Nouzei”.

 

Até janeiro deste ano a NPO recebeu 4.239 doações, que totalizaram ¥ 82 milhões. A quantia foi 80 vezes superior à média das doações anuais de ¥ 1 milhão.

 

Imposto “Furusato Nouzei” é aberto para estrangeiros

 

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest