Uma cerimônia realizada no Parque da Paz, em Itoman, lembrou o 69º aniversário da Batalha de Okinawa, o único confronto terrestre em território japonês durante a Segunda Guerra Mundial.

A batalha, que durou três meses, deixou 240.856 mortos, sendo 94 mil civis. Isso significa que um em cada quatromoradores da ilha morreu na guerra.

A ocupação norteamericana em Okinawa durou até 1972, quando a ilha retornou para as mãos do governo japonês.

O governador de Okinawa, Hirokazu Nakaima, disse que cada morador da ilha sabe o valor da paz. Mas que os desafios são muitos, principalmente em relação às bases militares norte-americanas. Ele pediu a redução da base de Futenma e planos de transferência para fora da província. “Peço o fim da Base de Futenma dentro de um prazo de cinco anos”, declarou ele no discurso.

O primeiro-ministro Shinzo Abe, que também compareceu à cerimônia, disse que “fará o que estiver alcance para diminuir o peso da base”.

Que a paz envolva Okinawa, terra tão sofrida pela guerra e que hoje ainda arca com as bases militares.

Um em cada quatro civis morreu durante a Batalha de Okinawa

Familiares rezam pelas vítimas no Parque da Paz, em Itoman

Como se diz em japonês?

Dia de Consolo aos Mortos: irei no hi (慰霊の日)

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest