“Quero que mudem o sistema reformatório de menores”, disse jovem detido pela série de vídeos envolvendo comida

Cenas do jovem sendo levado pela polícia, na estação JR Shinagawa, em Tokyo. Foto: Sankei

Cenas do jovem sendo levado pela polícia, na estação JR Shinagawa, em Tokyo. Foto: Sankei

O menor de 19 anos detido na manhã do dia 18 sob suspeita de invadir lojas e supermercados para gravar cenas de estragos e furtos, disse que fez isso porque queria “uma reforma no sistema reformatório juvenil”.

O suspeito foi detido dentro do trem, na estação de Maibara, em Shiga. Depois de apresentar o documento de identidade ao policial que o abordou, o menor obedeceu à ordem de prisão.

O menor, dentro do carro, quando foi detido na manhã do dia 18 em Maibara (Shiga). Foto: Sankei

O menor, dentro do carro, quando foi detido na manhã do dia 18 em Maibara (Shiga). Foto: Sankei

Uma das acusações formuladas contra o jovem é de que o mesmo teria invadido uma loja de conveniência de Musashino (Tokyo) para gravar uma cena na qual simulava estar roubando uma bebida. O vídeo postado no YouTube mostra apenas ele saindo com a garrafa de bebida, quando na verdade, ele mesmo tinha levado.

No apartamento do menor, em Mitaka (Tokyo), a polícia encontrou um pacote de salgadinho com o palito de dentes dentro.

Segundo as imagens postadas no YouTube, o jovem esteve em Tokyo, Kanagawa, Shizuoka e Aichi.

A polícia analisa também outros 60 vídeos gravados pelo menor, mostrando cenas de estragos em alimentos e cenas de furtos.

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest