Exames de câncer da tireoide são realizados entre 300 mil menores de Fukushima. Imagem: TBS

Exames de câncer da tireoide são realizados entre 300 mil menores de Fukushima. Imagem: TBS

A província de Fukushima acompanha o estado da saúde das crianças após o acidente nuclear de 2011. Das cerca de 300 mil crianças examinadas, 104 apresentavam câncer da tireoide ou suspeita.

Todos os menores de 18 anos que viviam na província na ocasião do vazamento nuclear são submetidos a exames periódicos. O resultado foi divulgado por uma comissão de médicos e especialistas que acompanham os menores.

  • TOTAL DE MENORES EXAMINADOS: 296.000
  • Câncer da tireoide ou suspeita: 104
  • Resultado positivo de câncer da tireoide: 57

Entre as crianças que apresentam câncer, nem todas viviam perto da usina nuclear, de forma que o comitê evitou afirmar que a causa da doença foi a exposição à radioatividade.

Familiares serão indenizados pela Tepco. Foto: Mainichi

Familiares serão indenizados pela Tepco. Foto: Mainichi

Indenização de 49 milhões

Certo ou errado, o fato é que o acidente nuclear de março de 2011 causado pelo terremoto e tsunami que atingiu a região leste do Japão, afetou a vida de milhares de pessoas. Mais de três anos após a tragédia, muitos moradores não podem voltar às suas casas.

No dia 26, o Tribunal Regional de Fukushima, ordenou que a Central Elétrica de Tokyo (Tepco) indenize a família de um homem que se suicidou após o acidente nuclear, com uma quantia de ¥ 49 milhões de ienes.

Hamako Watanabe, 58, e os três filhos pediam uma indenização de ¥ 91 milhões. A família foi retirada da casa em que vivia em Kawamata (Fukushima) e foi obrigada a viver num apartamento na capital Fukushima.

O marido de Hamako se suicidou espalhando gasolina pelo corpo e ateando fogo. Segundo a família, Mikio Watanabe, 64, estava com depressão e não comia bem desde que o acidente nuclear.

Em outros processos semelhantes, os casos terminaram em acordos entre os familiares e a Tepco. É a primeira vez que uma família levou o processo até o fim.

 

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest