Na região Kinki, a última chance de ver o pico da floração das cerejeiras será antes da chuva do dia 3.

Floração das cerejeiras em Kyoto. Foto: Sankei

Floração das cerejeiras em Kyoto. Foto: Sankei

No dia 3 a aproximação de uma frente de chuva pode fazer cair as flores de cerejeiras em várias partes do Japão, inclusive em Osaka, onde a floração alcança o pico.

 

Este ano, o período entre o início da floração e o pico foi encolhido em dois dias em comparação aos anos anteriores devido à temperatura mais elevada. Nos locais onde há previsão de chuva na sexta-feira, a última chance de ver a floração pode ser hoje.

 

Por outro lado, a região Hokuriku se prepara para o pico da floração por volta do dia 10.

 

Ponte Kintai, em Iwakuni, Yamaguchi. Foto: Hiroshima News

Ponte Kintai, em Iwakuni, Yamaguchi. Foto: Hiroshima News

Kintaikyo é o nome de uma das três pontes mais belas do Japão e fica em Iwakuni (Yamaguchi). A floração das cerejeiras realça a paisagem, atraindo turistas de dentro e fora do Japão.

 

A previsão na região é de chuva a partir do dia 3, o que também pode fazer cair as flores.

 

Iluminação noturna no Castelo Himeji. Foto: Jornal Kobe

Iluminação noturna no Castelo Himeji. Foto: Jornal Kobe

O Castelo de Himeji, em Hyogo, que foi restaurado, recebe iluminação especial noturna. Entre os dias 3 e 12 de abril, o Jardim Nishinomaru estará liberado ao público gratuitamente, das 18h às 21h. Cerca de 100 pés de cerejeiras estarão iluminadas para que os visitantes possam se divertir sob as árvores à noite.

 

Em caso de chuva o evento será cancelado.

 

 

Gráfico mostra a nuvem que se aproxima do Japão no dia 3

Gráfico mostra a nuvem que se aproxima do Japão no dia 3

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest