Suspeito por esquartejar menina em Kobe disse ter convidado a vítima para ser “modelo” de desenho

O suspeito, Yasuhiro Kimino, em imagens divulgadas na tevê japonesa

O suspeito, Yasuhiro Kimino, em imagens divulgadas na tevê japonesa

Yasuhiro Kimino, 47 anos, suspeito pelo esquartejamento da estudante Mirei Ikuta, de 6 anos, em Kobe (Hyogo), disse que elogiou a vítima chamando-a de “kawaii” (bonitinha) e convidou para ser a modelo de um desenho. “Mirei aceitou e veio até minha casa”.

Detido desde o dia 24 de setembro, é a primeira vez que Kimino confessou o envolvimento no crime.

A Polícia de Hyogo investiga o desempregado pela morte e abandono de corpo da estudante, que desapareceu no dia 11 de setembro, em Kobe. No dia 23 foram encontrados s primeiros sacos plásticos perto do apartamento de Kimino, com partes do corpo da vítima.

A reportagem da agência Jiji Press informa também que Kimino expressou palavras de arrependimento à família de Mirei.

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest