Grupo jihadista divulga vídeo no qual ameaça matar dois japoneses e exige resgate de US$ 200 milhões. As imagens abaixo fazem parte do plantão da emissora FNN

 

 

O grupo Estado Islâmico ameaçou matar dois reféns japoneses caso o governo do Japão não pague o resgate pedido, de US$ 200 milhões (¥ 23,6 bilhões).

 

Através de um vídeo, o grupo que controla o território entre Iraque e Síria ameaça “matar em um prazo de 72 horas os dois reféns” se não houver resgate. Os japoneses são identificados no vídeo com os nomes de “Haruna Yukawa” e “Kenji Goto Jogo”.

refens 2

Yukawa, de 42 anos, estava desaparecido desde agosto do ano passado na Síria, enquanto participava nas tropas do Exército Livre da Síria. O outro japonês pode ser o jornalista freelancer Kenji Goto, que fazia reportagens na Síria.

 

Ainda no vídeo, um combatente diz que “o Japão ofereceu dinheiro para destruir as casas onde estavam mulheres e crianças islâmicas”, além de criticar o apoio japonês às forças militares americanas.

 

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, que se encontra em viagem pelo Oriente Médio, cancelará parte da agenda.

 

 

 

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest