A Polícia de Iyo (Ehime) prendeu no dia 15 a japonesa Megumi Kubota, 36 e outros três menores de 16 e 18 anos, sob suspeita de abandonar o corpo da jovem Yuka Ono, de 17 anos, no armário do apartamento.

Por volta das 23h45 do dia 14 a Polícia havia recebido uma ligação de que “alguém estaria sendo espancada no apartamento”. Viviam no apartamento Megumi e outras cinco pessoas incluindo os filhos dela.

Durante o interrogatório, Megumi disse que a estudante “era uma colega dos filhos”.

Segundo a Polícia, a menor havia saído da casa, em Matsuyama, em junho. No dia 19 de julho a família dela havia informado à polícia sobre o desaparecimento.

A reportagem do jornal Sankei informou que a vítima apresentava inchaço no olho direito e hematomas no rosto. Quando a Polícia chegou no local, haviam outras pessoas reunidas. O corpo estava coberto por um cobertor.

Polícia investiga o apartamento onde o corpo foi encontrado, em Iyo (Ehime). Foto: Sankei

O corpo de Yuka Ono foi encontrado no armário, com vários hematomas no rosto. Imagem: TBS

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest