Começam as obras na usina nuclear de Fukushima para desmantelamento da cobertura do reator 1

 

Guindaste controlado remotamente abre buracos no teto do reator 1, enquanto um tanque pulveriza o local para impedir que a poeira se espalhe. Foto cedida pela Tepco

Guindaste controlado remotamente abre buracos no teto do reator 1, enquanto um tanque pulveriza o local para impedir que a poeira se espalhe. Foto cedida pela Tepco

A Central Elétrica de Tokyo (Tepco) começou as obras para remover o teto que cobre o reator 1 da usina nuclear de Fukushima para prosseguir com os trabalhos de retirada de entulhos.

 

Os trabalhos de desmantelamento do reator e retirada do combustível nuclear usado de dentro do reator levarão ainda três anos.

 

O teto não tinha sido removido até agora porque ajudava a impedir que as partículas radioativas se espalhassem no ar, mas a etapa é inevitável para retirar outros resíduos nucleares no interior.

 

Às 7h do dia 22, um guindaste controlado remotamente levantou uma das capas de proteção, enquanto os funcionários da Tepco espalhavam substâncias para impedir que a poeira radioativa se espalhasse.

 

No ano passado, a remoção do teto do reator 3 aumentou a contaminação de radioatividade em campos agrícolas da região.

 

No caso do reator 1, os trabalhos de pulverização para impedir que a poeira se espalhe começaram com uma semana de antecedência. No dia 30, pela primeira vez, o reator ficará sem uma parte do teto.

 

Os trabalhos de remoção do teto devem levar cerca de 1 ano e a coleta de entulhos será iniciada depois disso. O nível de radiação no local é verificado constantemente e os dados são divulgados no site da Tepco.

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest