Policiais investigam o local onde a criança foi deixada. Foto: Kyodo

Policiais investigam o local onde a criança foi deixada. Foto: Kyodo

“Akachan Post” ou “Berço da Cegonha” é o nome de um espaço criado por um hospital de Kumamoto para receber crianças que não podem ser criadas pelos pais.

Desde que foi criado, em 2007, recebeu 101 crianças. No dia 3 uma enfermeira encontrou, pela primeira vez, um bebê morto.

A mãe, Maiko Yamashita, 31, desempregada, residente em Yamaga (Kumamoto), foi localizada e está detida na Polícia de Kumamoto, sob suspeita de abandono de corpo.

O bebê tinha acabado de nascer mas haviam se passado várias horas após a morte. Não vestia roupas e não havia nenhuma carta deixa pela mãe. No corpo, não havia sinais de ferimentos.

AKACHAN POST

É um compartimento instalado dentro do Hospital Jikei, de Kumamoto. Dentro, há um berço, onde a criança pode ser deixada. Quando a porta se abre, uma campainha avisa as enfermeiras que há uma criança no local.

O hospital disponibiliza um formulário de contato para quem tem perguntas a fazer sobre os bebês ou o sistema de “Akachan Post”. O formulário está em japonês: http://jikei-hp.or.jp/cradle-contact/

Captura de Tela 2014-10-04 às 10.44.43

Hospital Jikei, em Kumamoto

  • Endereço: T860-0073 Kumamoto-shi Nishi-ku Shimasaki 6-1-27
  • Telefone: 096-455-6131
  • Acesso: 10 minutos de táxi da estação JR Kumamoto
  • Homepage: http://jikei-hp.or.jp/

 

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest