Masayoshi Son e Jack Ma. Foto: Bloomberg

Masayoshi Son e Jack Ma. Foto: Bloomberg

As bolsas dos Estados Unidos se preparam para receber a principal companhia de comércio pela internet Alibaba, considerada a maior entrada na bolsa da história. A ação “Baba” dará os primeiros passos no New York Stock Exchange. Uma operação que vai colocar o chinês Jack Ma, fundador do projeto tecnológico, e o japonês Masayoshi Son, da operadora Softbank, entre os dez homens mais ricos da Ásia.

Esse híbrido entre Amazon, eBay, Twitter, Google e Netflix pode arrecadar até US$ 21,80 bilhões se começar as operações no dia 19. A cotação do título é avaliada entre  US$ 60 e US$ 66, o mais alto da história. O grupo valeria mais de US$ 200 bilhões, segundo economistas.

Sede do grupo Alibaba em Hangzhou, na China. Foto: Reuters

Sede do grupo Alibaba em Hangzhou, na China. Foto: Reuters

Alibaba se transformará na maior companhia do setor tecnológico em escala global e com isso criará uma das maiores fortunas do Japão e China. A Softbank é a maior acionista de Alibaba, com 34% do capital.

Masayoshi Son, o fundador, se tornará o homem mais rico do Japão, deixando para trás o dono da Uniqlo, Tadashi Yanai. De acordo com a Bloomberg, a riqueza pessoal de Son é superior a US$ 16 bilhões, graças ao aumento das ações da Softbank.

Jack Ma, que era professor de colégio na China, é o terceiro principal acionista em Alibaba, com quase 9% das ações.

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest