Entre as vítimas está um homem que não teve contato direto com pacientes infectados

Em meio ao recente surto de sarampo em Aichi, os agentes sanitários revelaram o caso de um morador de Nagoya que se infectou com o vírus, sem ter contato direto com outros pacientes.

A vítima começou a apresentar os sintomas no dia 7 e procurou um hospital depois do dia 10, com febre alta. O homem, de cerca de 30 anos, trabalha no distrito de Atsuta, em Nagoya, e usava o metrô diariamente.

Depois de 3 a 4 dias, começam a aparecer pequenas manchas brancas dentro da boca

Esse é o primeiro caso de sarampo descoberto em Nagoya, sem que a rota de contágio seja descoberta.

Desde o mês de abril, a província de Aichi registrou 20 casos de sarampo. A primeira vítima foi um menor de idade que se infectou em Okinawa e acabou espalhando o vírus entre as cidades de Nagoya e Togo.

A prefeitura de Nagoya pede para que as pessoas que apresentarem sintomas como febre e manchas pelo corpo, liguem antes aos hospitais para marcar os exames.

Como se diz em japonês:

  • Tenho febre alta: kounetsu ga arimasu (高熱があります)
  • Nasceram manchas no corpo: karada ni hasshin ga dekimashita (体に発疹ができました)
  • Estou com sarampo?: hashika deshouka? (はしかでしょうか?)
  • Tosse: seki (せき)
  • Coriza: hanamizu (鼻水)
  • Irritação (vermelhidão) nos olhos: me no juuketsu (目の充血)

Situação em todo o Japão

Desde o primeiro caso de sarampo recente, registrado em março, através de um turista de Taiwan em Okinawa, o Japão registrou mais de 100 casos até agora, em 11 províncias. A maior parte das vítimas se encontra em Okinawa. Os casos estão aumentando principalmente em Aichi, Osaka, Chiba e Tokyo.

Silvia in Tokyo

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest