Raro lançamento feito à noite mostra que a Coreia do Norte está preparada para atacar a qualquer hora

Primeiro-ministro Shinzo Abe afirma que o Japão tomará as medidas necessárias para garantir a segurança dos cidadãos. Foto: Sankei

A Coreia do Norte disparou um míssil às 23h42 do dia 28, que sobrevoou durante 45 minutos e caiu nas águas da Zona Econômica Exclusiva do Japão (EEZ). Até agora não há relato de danos em aviões ou embarcações.

O raro disparo feito altas horas da noite mostra que Coreia do Norte é capaz de efetuar os ataques sem a necessidade da luz do dia.

Os Estados Unidos vinham seguindo os movimentos na Coreia do Norte que antecipavam os preparativos para o lançamento do projétil, coincidindo com a data do “Aniversário da Vitória da Coreia do Norte” na guerra que acabou resultando na divisão entre o Norte e o Sul, 64 anos atrás.

Como choveu no dia 27, acredita-se que a Coreia do Norte adiou o lançamento para o dia seguinte. Mas a escolha do dia pode ter sido proposital, para evitar um atrito maior com a Coreia do Sul no dia comemorativo.

Segundo informações da Coreia do Sul, o disparo envolveu no mínimo três mísseis balísticos.

Míssil Hwasong-14, lançado em 4 de julho. Alcançou uma altura máxima de 2.802 km e percorreu 933 km em 39 minutos antes de cair no Mar do Japão. Foto: Kyodo

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)