Desta vez, a vítima é uma estrangeira residente em Aichi, que retornou do Brasil

Uma mulher de cerca de 30 anos de idade, residente na província de Aichi, foi diagnosticada com zika no Japão. A vítima está se recuperando na sua própria casa, informou no dia 11 o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar.

Representantes do Ministério da Saúde, ao anunciar o caso. Foto: Sankei

Representantes do Ministério da Saúde, ao anunciar o caso. Foto: Sankei

A mulher regressou no dia 22 de fevereiro ao Japão depois de passar duas semanas no Brasil. Ao apresentar febre de 38,2 graus e manchas pelo corpo, procurou um hospital no dia 10. Exames de laboratório confirmaram a infecção pelo vírus zika. Ela reconheceu que foi picada por pernilongos no Brasil.

Este é o segundo caso de paciente com zika que retorna do Brasil ao Japão. O primeiro caso foi registrado no dia 25 de fevereiro, por um estudante residente em Kawasaki (Kanagawa).

RISCO AOS ADULTOS

O vírus da zika, relacionado à má formação no cérebro de recém-nascidos, problemas na medula espinhal e síndrome neurológica de Guillain-Barré, também pode provocar graves infecções no cérebro de adultos, segundo alertam médicos franceses.

Um estudo publicado pela revista especializada “The New England Journal of Medicine” revela que um homem de 81 anos infectado com zika em um cruzeiro no Pacífico Sul, desenvolveu meningoencefalite e não se recuperou um mês depois.

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest