Passeio ao longo de rio em Handa leva ao mundo da “Pequena Raposa Gon”

Flores "higanbana" ao longo do rio Yakachi. Foto: Chunichi

Flores “higanbana” ao longo do rio Yakachi. Foto: Chunichi

Cerca de 3 milhões de “higan-bana” ou “lírios da aranha vermelha (Lycoris radiara)” florescem ao longo do rio Yakachi, entre as cidades de Handa e Agui, em Aichi.

O local faz parte do cenário do famoso livro de conto infantil “Gon-gitsune” (A pequena raposa Gon), escrito por Nankichi Niimi, em 1932.

"Gon-gitsune", de Nankichi Niimi

“Gon-gitsune”, de Nankichi Niimi

Considerado uma versão japonesa de Hans Christian Andersen, a estória gira em torno da raposa Gon, que gostava de fazer travessuras na vila. Num outono, ela foi ao rio e viu um dos moradores, Hyoju, tentando pescar enguias para dar à mãe. Rapidamente ela foi lá e espantou os peixes.

Após alguns dias, a mãe de Hyoju morreu. Gon se arrependeu. Para se redimir, levou uma sardinha e jogou dentro da casa de Hyoju.

No dia seguinte Gon voltou e deixou castanhas… no outro dia deixou cogumelos… Até que Hyoju começou a achar que eram prendas de Deus.

Certo dia, quando Gon entrou na casa para depositar as castanhas, foi encontrado por Hyoju. O morador achou que a raposa estava fazendo travessuras e apontou a espingarda. 

Depois de dar um tiro, Hyoju se deu conta que as castanhas tinham sido deixadas pela raposa.

“Gon, era você que me trazia as castanhas?”, perguntou Hyoju. A raposa consentiu, enquanto fechava os olhos.

A estória termina com a arma caindo das mãos de Hyoju.

Estátuas de raposas. Foto: kamezo.cc/blog

Estátuas de raposas. Foto: kamezo.cc/blog

Passear pelas flores “higanbana” ao longo do rio Yakachi nos remete ao mundo mágico de Nankichi. Quem for lá vai encontrar estátuas de raposas colocadas em alguns locais.

A temporada da floração está prevista até o dia 27.

YAKACHIGAWA NO HIKANBANA

  • Localização: T475-0001 Aichi-ken Handa-shi Yanabe (ao longo do rio Yakachi)
  • Acesso: próximo à estação Handaguchi, da linha Meitetsu-Kowa. De carro fica próximo à saída Handa-Chuo da rota Chita-Hanto

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)