A reprodução excessiva de plânctons muda a cor do mar em Kamakura

Foto tirada pelo jornal Mainichi na tarde do dia 5 em Kamakura

A elevação da temperatura faz os plânctons se reproduzirem com extrema rapidez, deixando o mar vermelho durante o dia. O fenômeno pode ser visto na praia de Kamakura (Kanagawa).

No dia 5 a mancha vermelha chegou a se estender por uma área de 12 quilômetros. A cena é comum entre a primavera e o verão nesse local.

Cena na madrugada do dia 6 em Kamakura. Foto: Mainichi

À noite, o cenário é outro. O “mar brilhante” é também causado pelo plâncton “Noctiluca scintillans”.

Noctiluca é um organismo formado por uma única célula que chega a medir entre 1mm a 2mm. Quando se reproduzem em grande quantidade – com formação da mancha vermelha – interferem na flora marinha, chegando a provocar a morte de camarões.

Silvia in Tokyo

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)