Homem investigado pelo esquartejamento de menina recebe nova ordem de prisão

Vizinhos e amigos depositam flores e doces perto do local onde as partes do corpo de Mirei foram encontradas, em Kobe (Hyogo). Foto: Jornal Kobe

Vizinhos e amigos depositam flores e doces perto do local onde as partes do corpo de Mirei foram encontradas, em Kobe (Hyogo). Foto: Jornal Kobe

A Polícia de Hyogo emitiu no dia 14 uma nova ordem de prisão ao desempregado Yasuhiro Kimino, de 47 anos, suspeito pela morte e esquartejamento da estudante Mirei Ikuta, de 6 anos, em Kobe.

Depois de encontrar vestígios de sangue da estudante no apartamento de Kimino, a Polícia reforçou as provas do envolvimento de Kimino no crime.

As últimas informações divulgadas pela Polícia indicam que Kimino matou a estudante na casa ou arredores entre os dias 11 de setembro – quando a vítima desapareceu – e 23 de setembro, quando as partes do corpo foram encontradas.

Durante todo o interrogatório, Kiminou manteve o silêncio.

Algumas partes do corpo foram encontradas dentro de sacos de lixo espalhados em um terreno baldio perto do apartamento do suspeito. Dentro de um dos sacos, foram encontrados provas que ligam a Kimino, como recibo de hospital e resto de cigarro com a saliva do suspeito.

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)