O pico será a partir das 22h de sexta-feira

Foto: Observatório Astronômico Nacional do Japão

Foto: Observatório Astronômico Nacional do Japão

Existem duas noites no ano em que a chuva de meteoros é tão intensa que é fácil visualizar a olho nu. Uma delas é no dia 14 de dezembro e a outra em 12 de agosto. Esta última opção, prevista para sexta-feira, se deve ao fenômeno Perseidas, na constelação de Perseu.

Observatório em Gunma

Observatório em Gunma

O fenômeno Perseidas acontece quando a Terra passa, periodicamente, pelos estilhaços rochosos deixados pelo cometa 109P/Swift-Tuttle. Esses fragmentos de rochas, quando entram na atmosfera terrestre, entram em combustão, sendo chamados de  “estrelas cadentes“.

A média de visualização de meteoros será de 45 por hora, depois que a Lua for embora. O pico será a partir das 22h do dia 12, mas a chuva também pode ser vista a olho nu desde essa noite até o fim de semana.

Não será necessário usar binóculos, mas a recomendação é buscar locais longe das luzes da cidade. É preciso também que a vista se acostume com a escuridão, de forma que não se deve ficar olhando a tela do smartphone. Vários observatórios preparam eventos para receber o público que quer observar o fenômeno durante a noite.

160810-meteoros livroAlgumas dicas importantes:

  1. Procure um local seguro, onde possa observar com tranquilidade. Proteja-se contra picadas de insetos.
  2. A chuva de meteoros pode ser vista a partir das 20h mas a visibilidade melhora depois das 22h.
  3. A melhor posição é deitada, em direção ao céu.

Para quem quer fazer realmente uma recordação inesquecível deste verão, existem até livros à venda como o SKYSCAPE PHOTOBOOK Nagareboshi, que servem como dica para encontrar os melhores locais no Japão para fazer essas fotos.

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)