Imagens por satélite mostram que o chão se moveu 27 centímetros em Ibaraki

Interior do Templo Kyudaiji, em Takahagi (Foto: Sankei)

Interior do Templo Kyudaiji, em Takahagi (Foto: Sankei)

O forte terremoto de M6.3 registrado na noite do dia 28 foi devido ao deslocamento de uma falha de 15 quilômetros, segundo informou o comitê de geólogos do governo.

Análises feitas com as imagens enviadas pelo satélite Daichi-2go detectaram a movimentação de até 27 centímetros na terra, próximo ao epicentro do terremoto, no norte de Ibaraki. (Fonte: NHK NEWS)

O comitê de geólogos fez um alerta para possíveis tremores posteriores durante uma semana, inclusive com abalos de intensidade 6 na escala japonesa.

Ainda segundo o comitê, o terremoto do dia 28 é uma consequência do Grande Terremoto de 2011 que atingiu o leste do Japão há cinco anos.

Dois feridos e vários danos materiais

Em Takahagi (Ibaraki), onde o tremor foi sentido com 6 graus na escala japonesa, duas pessoas ficaram feridas.

Há relatos de danos em cinco casas na cidade, além de sete estabelecimentos comerciais como supermercados e bares.

Em 10 escolas, as janelas se romperam com durante o terremoto.

Nas áreas montanhosas foram registradas avalanches de terra.

Silvia in Tokyo

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)