“Bakugai (comprar como louco)” e “Triple Three” foram as expressões mais votadas

Turistas chineses fazem compra em Tokyo. Foto: iza.ne.jp

Turistas chineses fazem compras em Tokyo. Foto: iza.ne.jp

O Concurso de Palavras de Sucesso “Ryuukougo Taishou” promovido pela U-CAN elegeu duas expressões novas que ficaram em evidência ao longo do ano:

Os jogadores de beisebol premiados. Foto: Sponichi Annex

Foto: Sponichi Annex

“Triple Three” – em homenagem a dois jogadores de beisebol profissional que conseguiram a marca tripla: 30% de rebatimento, 30 bases totais e mais de 30 bases roubadas. Yuki Yanagida, do Softbank, e Tetsuto Yamada, do Yakult, compareceram para receber o prêmio.

“Bakugai” – em referência à compra desenfreada de aparelhos eletrônicos por parte de turistas estrangeiros. As imagens de chineses fazendo compras em grande quantidade têm se tornado comuns nos noticiários e animam a economia japonesa.

Dentro das 10 expressões mais votadas, algumas eram referentes à política do primeiro-ministro Shinzo Abe, como o novo gabinete “Ichioku Soukatsuyaku Shakai” (Ministério das Mudanças para o Engajamento Dinâmico de Todos os Cidadãos) e “Abe Seiken o Yurusanai” (Não perdoamos a política de Abe).

As expressões que marcaram os últimos 10 anos:

  • 2005: Koizumi gekijou (teatro Koizumi), souteinai ou souteigai (dentro ou fora do previsto)
  • 2006: Ina Bauer (movimento durante patinação no gelo), hinkaku (dignidade)
  • 2007: Miyazaki o dogenka sento ikan (temos que fazer alguma coisa com Miyazaki), Hanikami Ouji (o príncipe tímido)
  • 2008: Gu~! (pose com a mão fechada), arafoo (abreviação de around forty, por volta dos 40 anos de idade)
  • 2009: seiken koutai (troca de governo)
  • 2010: gegegeno~ (expressão que indica algo meio fantasmagórico)
  • 2011: nadeshiko Japan (em referência às jogadoras da seleção japonesa de futebol)
  • 2012: wild daroo (não parece selvagem?)
  • 2013: omotenashi (hospitalidade), jejeje (expressão de surpresa usada na região Tohoku), imadesho! (tem que ser agora!), baigaeshi (devolução em dobro)
  • 2014: dameyo~damedame (não pode, hein), shuudanteki jieiken (direito de proteção coletiva)

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)