Local em Hyogo inspirou o livro “Hotaru no Haka”

Vaga-lumes em Ichinomiya (Hyogo). Foto: Mainichi

Vaga-lumes em Ichinomiya (Hyogo). Foto: Mainichi

É entre o final de maio e início do período de chuvas que os japoneses costumam sair para observar os vaga-lumes.

Depois que se tornam adultos, esses insetos têm apenas uma a duas semanas de vida. E é justamente no início do verão que eles costumam se reproduzir.

Foto: kobe.travel.coocan.jp

Foto: kobe.travel.coocan.jp

Na praça perto da estação Kurakuenguchi, da linha Hankyu, em Shinomiya (Hyogo), dezenas de vaga-lumes já podem ser vistos exibindo suas luzes. O melhor horário para vê-los é das 19h às 21h.

“Cemitério dos vaga-lumes”

A cidade de Nishinomiya é famosa pelos vaga-lumes e até inspirou o cenário de “Hotaru no Haka” (O cemitério dos vaga-lumes), escrito por Akiyuki Nosaka, que mais tarde foi levado para as telas dos cinemas e da televisão.

Trata-se da história de dois irmãos, Seita e Setsuko, no período da Segunda Guerra Mundial no Japão. Órfãos, eles acabam se mudando para um abrigo de bombas abandonado e fazem de tudo por comida.

Em meio à fome e os bombardeios, as duas crianças encontram certo conforto observando as luzes dos vaga-lumes.

Silvia in Tokyo

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)