Rosalina Keiko Masuko escorregou da maca enquanto era submetida a um exame de raio X do estômago.

Veículo móvel para exame de raio X. Foto: www.zrf.or.jp

Veículo móvel para exame de raio X. Foto: www.zrf.or.jp

O acidente ocorreu às 11h25 do dia 8, na empresa de construção Orient em Numata (Gunma). A brasileira, de 58 anos, fazia exames de rotina dos funcionários, dentro de um veículo móvel.

Para realizar o exame de raio X do estômago, Rosalina tomou sulfato de bário e deitou de bruços na maca.

Segundo a Polícia de Numata, a maca era móvel. Com a brasileira deitada de bruços, a maca foi inclinada para manter a cabeça para baixo. Foi quando ela teria escorregado, tendo a cabeça prensada entre a maca e a parede do veículo.

Ilustração mostra como as macas são movimentadas. Imagem: gahalog.2chblog.jp

Ilustração mostra como as macas são movimentadas. Imagem: gahalog.2chblog.jp

Segundo informações da emissora Asahi, quando os paramédicos chegaram, Rosalina foi encontrada ainda com a cabeça prensada entre a maca e a parede. Levada ao hospital, teve a morte confirmada três horas depois.

A polícia investiga a causa da morte e os detalhes do acidente.

Os exames de rotina eram realizados pela Associação de Bem-Estar do Trabalhadores do Japão (Zen-Nihon Roudou Fukushi Kyoukai). “É a primeira vez que registramos esse tipo de acidente”, comentou um dos diretores da associação, em entrevista ao jornal Yomiuri.

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)

Pin It on Pinterest