Casos de amigdalite causados pelos estreptococos, ou “streptococcus”, alcançam o máximo nos últimos cinco anos.

 

Segundo Instituto Nacional de Doenças Infecciosas, os casos de infecção por estreptococos alcançaram o máximo em cinco anos

Segundo Instituto Nacional de Doenças Infecciosas, os casos de infecção por estreptococos alcançaram o máximo em cinco anos

A amigdalite é uma inflamação nas tonsilas palatinas (popularmente chamadas de amígdalas), que pode ter diversas origens, como uma infecção por estreptococos ou uma infecção viral.

 

A amigdalite viral não requer tratamento específico, uma vez que a manifestação possui um ciclo natural, de modo que a cura ocorre em poucos dias. Mas a amigdalite bacteriana é tratada geralmente com antibióticos à base de penicilina.

 

Naoki Nago, diretor da Clínica Musashi Kokubunji Koen, em Tokyo, disse que 25% dos pacientes com menos de 15 anos atendidos com febre e dor de garganta estavam infectados pelo estreptococos. Entre os adultos, o percentual foi de 10%.

 

SINTOMAS

  • Febre
  • Dor de garganta
  • Dor ao engolir
  • Inchaço da amígdala

 

Quem suspeitar de algum desses sintomas deve consultar o médico para fazer o diagnóstico da doença.

 

Em casos raros, a infecção por estreptococos pode ocasionar febre reumática, com inchaço nas articulações e problemas nas válvulas cardíacas. Entre outros sintomas, pode afetar o funcionamento dos rins, provocar inchaço geral e aumentar a pressão arterial.

 

 

Como se diz em japonês?

  • Infecção por estreptococos: yourenkin kansenshou (溶連菌感染症)
  • Amigdalite: hentouen (扁桃炎)
  • Paciente: kanja (患者)

Posts Relacionados:

Comentários

comentário(s)